quinta-feira, 8 de março de 2012

MÃE DE DUAS


MÃE DE DUAS
Hoje de manhã na hora do café, falava com a minha mãe e meu marido sobre segundo filho. 
Eu sou a caçula da mama! Meu marido é filho único. Minha mãe sofre com os ciúmes das duas filhas.
Mas, gente, eu tenho tipo 3 fotos de quando era bebê, já minha irmã tem umas mil (exagerei aqui, tá mais pra umas 50, que equivale a mil no início dos anos 80 em família de baixa renda). 
Já minha irmã pensa porque é louca que minha mãe me acha mais legal e tal. Não que eu não seja, muito pelo contrário, sou muito batutinha, mas não tenho privilégio nenhum com a mama. Na na ni na não! Ainda que eu seja bela, loura, jovem e fina flor. Hahahahahahahaha! 
Daí eu falei pra minha mãe que acho que deve ser muito difícil ter outro filho, porque o primeiro foi a grande novidade e o segundo é tão last year. Ela riu como quem consente me chamou de boba. Falou que não tem como medir o amor, que são experiências diferentes, mas amor do mesmo jeito (toda malandra achando que me enganava).
Minha irmã e eu brigamos e brincamos muito ( pretérito perfeito e presente do indicativo). Muitas vezes tive raiva, muita raiva mesmo dela, mas outras tantas não conseguia me imaginar sem ela. É uma coisa maluca a relação entre irmãs. Ainda mais quando a diferença de idade é pequena, 1 ano e 8 meses no meu caso. A gente era colada, par de vaso. Era aquela coisa: eu podia falar mal dela quando ela era maldosa, mas ai se outra pessoa falasse...o tempo fechava! O mesmo com ela. Ela até brigou com a Claudinha, na pré- escola, que roubou minha vassourinha (brincadeira em escola pública é assim, vassoura, colher de pedreiro...). Até hoje é assim. Ela é chata, mas SÓ eu posso reclamar dela. Minha mãe também pode, mas é melhor nem falar isso, senão ela já vai sair dizendo que sou a favorita da mamãe

Voltando ao café da manhã...
Então meu marido pergunta:
- Você acha que se tiver outro desse (apontando para a Katarina) não vai gostar tanto? Eu duvido...
Meu marido quer uns 3...4 filhos. Coitado! É que ele disse que sofreu sendo filho único, tinha q brincar com os primos e só (quando eu imagino ele em casa brincando sozinho eu fico com coração mole e penso em ter mais uns 12 filhos).
Ai, eu não consigo ter idéia de como seria ter outro! Por enquanto é impossível imaginar. É um amor tão intenso, tão diferente que sinto pela minha filha. Meu foco está todinho nela. Mas ia ser legal ouvir um “mãããããããe, a Katarina bateu nimim!”
Deve ser muuuuuuito doido e doído sentir isso 2, 3, 4, mil vezes! Mas como é? Ainda não entra na minha cabeça...e acho que só vai entrar quando entrar também na minha barriga...
 de olho na bolsa da mami
 ela ganhou a motoca, eu o andador que faz mal para a bacia
olha a Ieie me beliscando. Flagra!

8 comentários:

  1. Vc é a favoritinha sim, sempre foi, chorava até quando caía água na sua roupa e eu que levava as chineladas...olha como a gente era par de vaso! hahaha, e vc sempre me bateu mto mais, eu sempre fui fraquinha porque só mamei por 15 dias...mas acho que a Katarina deveria ter um irmão ou irmã sim, pra não ser filha única, sozinha e mimada, criança tem que ter outra criança pra brigar, brincar e ser pra sempre, como a gente(ha ha ha)
    vc é feia, chata, metida, mimada e besta pra danar, mas eu amo vc, principalmente porque vc mora em outro continente assim não tenho que aguentar sua cara feia todo dia, o único problema disso tdo é que fico longe da bebê sensação linda demais e fofinha da Katarina...=( Agora 3, 4?o Linus bebe né? se tiver o 3o pode me dar, um é pouco,2 é bom, mas 3 é demais..
    ah e vc esqueceu de relatar que me obrigava a fazer coceguinha por horas e que até perdi meu tempo de sono na creche...fora que vc tinha várias barbies e eu implorei anos pra ter uma só... e vc era uma embalona, queria tdo igual. Mas a história da pré escola vc esqueceu de falar que eu bati na Claudinha por sua causa...piu piu de uma figa! hahaha gosto bem pouquinho de vc, mas beeeem pouquinho..bjo

    ResponderExcluir
  2. e eu que te encobria nas suas fugas da escola, ah vc devia ter colocado aquela foto que vc tem uns 3 anos com roupa e maquiagem de velha e eu com cabelo joão e uma rosa medonha na cabeça....ou aquela da minha formatura que vc roubou meu chocolatinho! hahaha

    ResponderExcluir
  3. ai,que menina chata! calma que vai ter mais uma porrada de post q eu falo mal de vc, daí vem essas fotos

    ResponderExcluir
  4. To adorando ler seu blog prima... apesar do tempo ter nos separado, não tem como não lembrar o quanto brincamos e brigamos juntas ehhehe e eu tenho que falar, a sua baby é a coisa mais linda do mundo... mais falando do post, eu tb não consigo imaginar como dividir o amor entre 2 ou 3 filhos... por enquanto dou todo o meu pro meu único o Isaac ... maternidade é assim uma coisa louca! é tanto amor que a gente quase explode...rs beijão Francielly

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fran! Que legal! Olha que sua mãe deve entender bem como é dividir ou multiplicar esse amor por 3!
      Bjos

      Excluir
  5. Fernanda Viscardi8 de março de 2012 17:14

    olha lá, já pensando no segundo! eu vou esperar pelo menos mais uns dois anos... rs mas deve ser muito louca mesmo a sensação. dizem que nos primeiros dias o mais velho parece ser de outro planeta (ai, hormônios!), mas que o amor multiplica! a gente gostaria de ter uns 3 ou 4... vamos ver!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aiaiaiai! o bom de ter mais d 1 é que eles brincam e te dão um tempinho...mas podem também fazer um motim!hahahah
      bjos

      Excluir
  6. Vc é mto divertida!! Parabéns pelo blog.
    Vc ñ escreve mais no blog? Ou eu q ñ estou sabendo navegar... :) abraço!

    ResponderExcluir