sábado, 22 de dezembro de 2012

CORUJANDO

Tem uma coisinha muito fofa que a Katarina faz agora. Vou mostrar:

video

Hoje também foi dia da nossa visita anual ao Tivoli. Ficamos pouco tempo porque era muito frio e vento! 









Depois abrimos os presentes de Natal vindos do Brasil, porque amanhã vamos para a Suécia. Adoramos tudo!!!






segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

BLOGAGEM COLETIVA MÃES INTERNACIONAIS


A blogagem coletiva das mães internacionais de hoje fala sobre dezembro na minha casa. Como sou casada com um sueco, ainda não passei os dias 24 e 25 em Copenhague, já que vamos para Göteborg, mas  algumas tradições são compartilhadas entre os 2 países.

Natal aqui para mim é igual aos desenhos da Disney, das ilustrações de livros de fantasia. Adoro!
Com sorte tudo fica branquinho de neve, as pessoas ficam de bom humor, as ruas iluminadas, as casas decoradas, cheiro de comida gostosa, enfim, um verdadeiro conto de H.C. Andersen (exceto pela vendedora de fósforo, porque esse é triste)!

Começa com o calendário de advento, de 1° a 24 de dezembro, que as crianças (ou você, se for bocó como eu) abrem uma "janelinha" por dia. Pode ser de um dos canais de televisão que apresentam um programa natalino por dia, um com motivos bonitos de Natal ou com mini presentinhos simples a cada dia. Um adendinho aqui: ganhei um calendário de advento do meu marido no meu primeiro Natal aqui, ele tinha um chocolatinho por dia. Mas como eu sou glutona, abri tudo no dia que eu quis e comi todos os chocolates! Ele ficou bem decepcionado! Hahahahahaha! Mas nunca tinha visto um calendário desses, oras!

calendário de advento da Katarina



Além do calendário de advento, tem também as velas, 4 delas, que devem ser acendidas uma a cada domingo. E tem também uma vela só com marcações das datas, tipo uma fita métrica (também do dia 1 ao 24 de dezembro). É a contagem regressiva para o dia do Natal.

Aliás, reparou que tudo só vai até o dia 24? Aqui o importante é esse e não dia 25.

Menos presente que na Suécia, aqui também se comemora o dia de Lucia (entre 12 e 13 de dezembro), a santa italiana. Uma menina com uma coroa de velas (de mentirinha, de luzinhas!) e roupas brancas anda por aí. Italiana a santa, portanto tem uma estória católica: dizem que Lucia colocou velas na cabeça para ter as mãos livres para alimentar os pobres.


Outra coisa que adoro sobre o Natal dinamarquês: mercados de Natal! São mercados abertos com barraquinhas (pobre não resiste a um camelódromo) cheias de quinquilharias e comidas e bebidas típicas do Natal, como o glögg (tipo um vinho quente) e æbleskiver (um bolinho de chuva mais sofisticado, depois falo mais dele).

Ainda que muitas pessoas não sejam religiosas, gostam da tradição de ir à igreja cedo, no dia 24, para cantar as músicas de Natal.

Sobre as comidas...aiaiaiaiaiai! Ainda não tive o prazer de participar de um jantar de Natal aqui, só um do trabalho, e nham nham! Pato assado e recheado com maçã, batatas carameladas, molho de cranberry e de sobremesa o ris à l’amande, um arroz doce com creme chantilly com baunilha, amêndoas e calda quente de cereja (falo mais dele depois também). Há quem coloque uma amêndoa inteira e quem receber a porção com a amêndoa, ganha um presente.


Uma atividade que fiz todos os anos, desde que me mudei para Copenhague, foi passar algumas horas no Tivoli, o parque de diversão. Mesmo quando Katarina tinha acabado de nascer. Confesso que fiquei um pouco tensa com o frio, mas deu tudo certo. Fomos até à sala de amamentação do parque quando a fome aumentou e tudo certo.



Ah, o papai noel aqui hoje em dia é como em todo o mundo: aquele gordinho velho da Coca-Cola. Mas tradicionalmente, ele usava roupas cinzas e vivia nos sótãos das casas. Os ajudantes do papai noel são os julenisser, serzinhos que fazem travessuras, tipo um saci. Para não ser presenteado com nenhuma de suas traquinagens, há quem deixe uma porção de mingau para os danadinhos. 



É isso, minha gente linda, vou compartilhar 2 receitinhas agora, já que o post ficou meio xonxo.


ÆBLESKIVER:


Apesar de levar maçã (æble) no nome, normalmente não leva maçã na receita. 


- 250g de farinha de trigo
- 1 colher de chá de fermento em pó (falam em bicarbonato de amônio)
- 1/4 de colher de chá de sal
- 2 colheres de chá de açúcar
- 1/4 de colher de chá de cardamomo em pó
- uma pitadinha de zest de limão
- 1/2 L de creme de leite fresco
- 2 ovos inteiros (separar clara da gema)
-1 colher de sopa de açúcar
- óleo de girassol para fritar
- açúcar de confeiteiro para decorar


Misture a farinha com o fermento em uma tigela. Misture o sal, as colheres de chá de açúcar, o cardamomo e as casquinhas de limão, acrescente o creme de leite e bata bem com batedor de arame ou batedeira. Acrescente as gemas no creme e bata. Deixe descansar por 30 minutos. Bata as claras em neve com a colher de sopa de açúcar e misture e junte à outra massa e misture bem.


Agora vem minha adaptação: se você não tem uma panela própria (com buracos), faça bolinhas com a massa e frite em óleo de girassol até dourar. Tal qual um bolinho de chuva! Quando estiver pronto, peneire um pouco de açúcar de confeiteiro por cima, dando aquela aparência nevada. Sirva com chantilly e geléia. Nham nham nham!


Dica: pode colocar maçã cozida ou crua dentro da massa antes de fritar, ou até mesmo purê de maçã. Mas normalmente não, tá? Hihihihihi

Esse meu pratinho tá ficando famoso!




RIS À L´ AMANDE


-250g de arroz para risoto ou arroz normal
-leite para cozinhar o arroz
-75 a 100g de amêndoas picadas
-1 amêndoa inteira descascada
-1 a 2 colheres de sopa de açúcar
- 250ml de creme de leite fresco
-1 fava de baunilha
-um tiquinho de vinho do porto ou sherry (opcional)
CALDA
-400g de cereja em calda
-1 colher de sopa de amido de milho
-água


 Abra a fava da baunilha no sentido do comprimento e use a ponta da faca para retirar o "recheio" da fava. Acrescente ao arroz e cozinhe com o leite, até o arroz ficar bem macio. Use seu bom senso, se sobrar muito leite ao final do cozimento, retire. Misture as amêndoas picadas ao arroz cozido, não se esquecendo de colocar aquela inteira, para fazer a brincadeira. Acrescente o açúcar. Bata o creme de leite até ficar cremoso e misture ao arroz. Se quiser, acrescente um tiquinho de vinho do porto ou sherry doce.
Ferva as cerejas na calda em fogo baixo. Misture o amido de milho em um pouco de água e acrescente às cerejas. Tudo a olho, tem q ficar um caldo grossinho. 
Sirva o arroz frio, mas com a calda de cereja quente. É opcional também deixar ou tirar as cerejas da calda.

* Essas receitas são do livro Frøken Jensens Kogebog, com leves adaptações da Mamadakata.

Mais uns close ups do Natal aqui de casa...
















Jacinto tem cheiro de Natal!
Katarina no Natal do ano passado

GLÆDELIG JUL!!!!!!









quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

CHEIRO DE NATAL

Ho ho hej!

Vim aqui passar uma receitinha daquelas que deixam a casa toda com perfume de Natal, sabe?

BOLO DE BANANA COM CAFÉ

100g de manteiga em temperatura ambiente (ambiente normal, não da Dinamarca nem do Senegal, é para ela ficar macia macia macia)

50g de açúcar mascavo

2 ovos

250g de farinha de trigo

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

1 colher de chá de fermento

1 colher de chá de gengibre em pó

2 colheres de chá de canela em pó

2 bananas grandes

50ml de café coado e frio

Assim ó:

Bata a manteiga e o açúcar até ficar bem cremosão. Adicione os ovos, um a um, batendo sempre. Combine os ingredientes secos e bata bem. Adicione as bananas amassadinhas e o café e bate mais, amiga! Asse no forno (duhhh), na gradinha mais baixa, a 175°C por uns 45 minutos. Mas testa com o palitinho, porque cada forno é de um jeito, né?

Agora aproveitem o perfume que invade a casa!

Adoro esse guardanapo finlandês! É de papel, nem é chic!

domingo, 2 de dezembro de 2012

FRIENDS, JESUS E TATA TATA

Oi, gente!


Hoje to bem visual!

Lembram que falei que estava emagrecendo? Fiquei devendo uma foto. Pedi pro meu marido tirar algumas, mas de alguma forma eu SEMPRE saio bem gordona nas fotos que ele tira. Acho que ele usa muitas câmeras!



Daí perdi a paciência e usei a câmera com timer, mas sei lá o que aconteceu que não consegui transferir as fotos pro computador. 

Tudo isso pra pedir perdão pela foto que vou colocar. É que eu simplesmente detesto essas fotos segurando o telefone na frente no espelho, sabe? E se não fosse assim, usando a câmera da frente é impossível fazer a foto de corpo inteiro. Meu braço, além de gordo como já sabem, é também curto.

Preparadas???
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Olhem para Jesus. Ele também tirou uma foto assim, então vocês vão me perdoar, né?



Sou eu antes de ir para o cemitério...andar! Eu coloco blusa, viu, gente. Tá frio aqui.

Aliás, hoje amanheceu assim ó:


E depois de tanta baboseira, algo que realmente vale a pena: 

video
Gravei esse vídeo sexta, voltando do cemitério.