quinta-feira, 12 de julho de 2012

COISAS LEGAIS E OUTRAS NEM TANTO PARA GRÁVIDAS



Quando fiquei grávida fiquei bitolada em procurar coisas úteis e outras nem tanto para passar a gravidez. E vou te falar, o mercado para as mamas é grande e eles se aproveitam da loucura gravídica e toda nossa compulsão para colocar qualquer coisa à venda.
Aqui vou fazer uma listinha das coisas que eu comprei e achei legal e outras que foram totalmente inúteis.

  • Roupa de gestante: eu comprei uns 2 vestidos e 2 jeans. Só me foram úteis depois dos 4 meses de gravidez, antes disso todas minhas roupas serviam normalmente (ai como eu era feliz!). Tem no mercado umas cintas elásticas que você coloca no seu jeans normal e pode usar a mesma calça com o botão aberto. Não testei, mas me parece interessante. Eu usei aquelas calças com cintura de elástico gigante, muito confortável. Se você tiver alguma habilidade na máquina de costura, vale a pena fazer as suas próprias adaptaçōes, porque os preços das roupas de gestante são salgadinhos. Camisolas para dormir (ou passar o dia inteiro como eu fiz) são ótimas, mais fácil de ir ao banheiro fazer xixi...acredite, é útil, porque uma grávida faz xixi cerca de 37 vezes por dia (eu que inventei essa estatística, tá?). Inclua na lista calcinhas e soutiens confortáveis (é bom usar soutien pra dormir, dar aquele suporte extra). Sobre soutiens - sabia que tem que falar soutien gorge? Legal, né?
  • Sapato para gestante: bobagem, eu usei uma sapatilha daquelas de velhota, com sola ortopédica, porque meus pés viraram 2 pães italianos! Mas também isso só aconteceu depois do quinto mês. Andar carregando um barrigão fodeu com meus joelhos, ainda mais porque eu trabalhava muitas horas em pé e não era fã de usar meu Nike de corrida (hahahahaha) porque me sentia muito Jerry Seinfeld. Mas se você tiver um tênis legal tá valendo.
  • Meia de compressão: De novo, usei por trabalhar muito em pé, ajuda a deixar as pernas menos cansadas e evitar os malditos vasinhos. É aquela Kendall da vovó mesmo, e eles tem para gestante, facinho de encontrar nas farmácias. E se você não quiser sofrer para entrar e sair daquela garganta de jibóia, hoje em dia tem versão 3/4! Pelo menos vi na farmácia aqui em Copenhague e devia ter comprado, porque abandonei dada a dificuldade de entrar e sair dela...
  • Creme para estrias: Usei vários, mas nenhum foi capaz de segurar minha pele. Engordei 24 kg (eu vivia mentindo e dizendo que tinha engordado 20 kg, agora vocês sabem que sou mentirosa). O creme para gestantes da Payot foi bom, mas o que me deixou com a pele hidratada por mais tempo mesmo foi manteiga de coco. Que aliás, me ajudou muito no final da gravidez quando fui acometida por uma coceira desgraçada nas pernas. Ah e também é ótimo para tirar maquiagem dos olhos, viu? 
  • Óleo essencial de limão: Comprei porque tive enjoos homéricos, cheirar o óleo aliviava um pouco aquela ânsia doida. Gengibre também ajudou, mas honestamente, só mesmo quando estava com 7 meses a coisa melhorou. Soube que tem umas balinhas, Prego Drops, que são balinhas de limão, mas eu usei balinhas de limão normais mesmo. Farei um post mais completo sobre enjoo mais tarde.
  • Aplicativos para smartphone: Baby Bump (meu favorito sobre gravidez), que traz informações diárias e semanais, te avisa quando entrar em uma nova semana de gravidez, tem um diário, lista dos essenciais do recém nascido, álbum para armazenar fotos da barriga, cronômetro de chutes e contrações, lista de nomes e até uma comunidade para tirar dúvidas, além de cartão de anúncio de nascimento, que pode ser enviado diretamente para e- mail ou compartilhado em redes sociais. Baby Center, informações desde a gravidez até depois que o bebê cresce. The Wonder Weeks (juro que não recebo um tostão deles!), aplicativo do meu livro favorito, com informações sobre cada fase de desenvolvimento do bebê fora do útero. 
  • Livros: A Gravidez Dia a Dia (Dra. Maggie Blott, ed. Senac São Paulo); Vamos Ter Um Bebê (Michael F. Roizen e Mehmet C.Oz, grupo Leya) e The Wonder Weeks (Hetty van de Rijt e Frans Plooij, da Kiddy World). Esse último é para depois que o bebê nasce, mas daí você nem vai ter muito tempo de ler, é legal saber antes. Não expliquei muito sobre os livros, porque eles são todos meio parecidos, gostei muito mais de ler blogs maternos! Li a Encantadora de Bebês também, mas não gostei.
  • Bola de yoga: suuuuuuuuper recomendo! Usei para relaxar as costas no final da gravidez, mas você pode usar para fazer exercícios grávida, não grávida, gorda, magra, enfim, é uma maravilha! Aqui em casa usei até para sentar para assistir televisão, ou somente apoiar os pés inchados. Agora uso muito para acalmar a Katarina, sento e fico balançado com ela no colo, ela dorme num instante! Comprei a Miracle Box, que veio com a bola e DVD com exercícios para grávidas (via Amazon).
  • Travesseiro para amamentação: Não comprei o de gestante porque achei que ficaria encostado depois do bebê nascer, então resolvi comprar o de amamentação e foi bem melhor. Adorei! A partir do meio da gravidez tive muita azia, não conseguia dormir de jeito nenhum e acabei enchendo a cama de almofadas, mas precisava de uma que fosse mais anatômica. Usei para dormir abraçadinha nela e depois usei para amamentar a Katarina (ahhh, a era do nipple shield). Dá para usar também para dar um apoio quando o bebê começa a sentar, para evitar que ele se machuque quando perder o equilibrio.
  • Chá de camomila, óleo de lavanda e qualquer outra coisa que te dê sono e não seja ilícito nem proibido/contra indicado para gestantes: No final da gravidez eu era um zumbi. Tinha muita ansiedade e aquela mania louca de organizar as coisas na casa. Quando ia para a cama, minha cabeça continuava a funcionar a todo vapor, pensando nas coisas que ainda precisavam ser feitas. Terror! Chazinho e passar óleo de lavanda na fronha para acalmar! Não foi suuuper eficaz, mas deu uma ajudinha.
  • Suplementos vitamínicos: Dizem que é bom tomar ácido fólico até antes da gravidez. Comecei com suplemento porque enjoei demais e não conseguia comer. Daí trabalhando feio um camelo fiquei fraca demais. Tomo os suplementos até hoje, por conta da amamentação. É bom falar com médico/doula, para não sair tomando qualquer coisa.
  • Concha para seios: Só comprei quando comecei a amamentar, mas usei umas 3 vezes só.
  • Máquina para Kegel: Não comprei porque tive placenta baixa e não era recomendado, além do nojinho! Só o squeeze, aqueles exercícios para o assoalho pélvico já ajuda muito. A bola da yoga pode ser usada para fazer os exercícios.





É isso, caso me lembre de mais coisas eu posto depois. Logo tem post de listinha também para depois que o bebê nasce.
E quer saber, aproveitem muito a gravidez, porque passa muito rápido! Mesmo quando parece que ela está se arrastando (hello, 42 semanas de gestação), depois dá muitas saudades! Aproveite para ler coisas que não sejam somente sobre bebês, ver filmes de adultos (não pornográficos!), passear em lugares que goste e que não são muito frequentados por bebês, ficar até tarde conversando com o marido, amigas e afins...todo mundo fala para dormir muito, mas acho que tem que dormir aquilo que é necessário para se sentir bem, afinal, o sono não é uma coisa que pode ser estocada, né...o importante é relaxar. Sei que cada mulher funciona melhor de um jeito, mas só bitolei nas leituras mesmo, nada de seguir aqueles conselhos tipo esfoliar o peito, tomar sol nele, puxar e todas essa sandices aí, mas talvez que isso ajude alguém...meu amigo do peito mesmo é a pomada Lansinoh, mas falarei sobre ela no post pós gravidez.



Boa gravidez!

10 comentários:

  1. Respostas
    1. Dá mesmo, né? Eu também fiquei toda saudosa escrevendo o post. Bjo

      Excluir
  2. Respostas
    1. É ótima mesmo, além de ser minha cadeira favorita

      Excluir
  3. a bola de yoga ta na minha wishlist, mesmo sem estar grávida ou sequer pranejando...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é uma delícia, Fran, adoro relaxar as costas nela

      Excluir
  4. que legal ^^
    vou tentar comprar o livro The Wonder Weeks =**

    ResponderExcluir
  5. nossa, me deu também saudade! na minha gravidez eu engordei 20 quilos e o bebe nasceu com 4,500 e eu sou baixinha, de modo que a minha barriga FOI MUITO GRANDE. tive que comprar até calcinha de gravida na h&m. a sorte foi que o menino nasceu no verao, senao eu teria que comprar até casaco de grávida! ninguém ia merecer isso! eheheheh
    tb fui grávida de ler livros, mas isso aqui nao é muito comum, acho. queria depois emr´prestar meus livros pras outras grávidas e ninguém ficou muito interessada....
    beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Putz, Tamine, a Katarina nasceu no inverno, dia 08 de dezembro! Tive que usar casaco de grávida, cansei de usar os meus abertos, tava passando frio! Santa H&M, né? Casaco, calcinhas gigantes, tudo de lá!
      Beijos

      Excluir